Destaque

Como a escrita criativa pode impulsionar a sua carreira

Como A Escrita Criativa Pode Impulsionar A Sua Carreira

(INSPERIÊNCIA, 2019) Questão 1 – A escrita criativa é útil para qual(is) desses grupos de profissionais?


Se essa resposta te surpreendeu, calma. Vamos explicar.

Evidentemente, é muito mais fácil indicar as razões pelas quais a escrita criativa é importante para o primeiro grupo (opção a). O próprio senso comum indica que qualquer pessoa que se proponha a ganhar a vida escrevendo deve dispor dos melhores recursos, o que inclui a criatividade. Mas esses mesmos recursos podem ser muito úteis para profissionais de outras áreas.

Escrever pode não ser o seu forte, mas se você pensou que seguir na área de exatas ou biológicas te livraria da necessidade de escrever bem, é bem provável que já tenha percebido que não é bem assim.

Afinal, quem nunca travou ao ter que enviar um e-mail importante de trabalho?

E pra apresentar um projeto?

Mesmo quando não se trata especificamente de escrever um texto, uma pessoa que exercita a escrita consegue articular ideias e se expressar de uma forma muito mais adequada, mesmo oralmente.

Pois é, pode parecer que saber estruturar uma história seja dever apenas daqueles com ambições literárias, mas a verdade é que essa habilidade influencia desde os nossos relacionamentos até a forma que nos apresentamos para o mundo.

Vale observar que ler e escrever não é o mesmo que entender e interpretar. Em 2018, o Índice Nacional de Analfabetismo Funcional (Inaf) apontou que cerca de 30% dos brasileiros entre 15 e 64 anos são analfabetos funcionais (isto é, têm limitação para ler, interpretar textos, identificar ironia e fazer operações matemáticas em situações da vida cotidiana).

A leitura é justamente uma das partes essenciais do processo de escrita. Consumir conteúdos diversos, além de expandir nossa visão de mundo, nos ajuda a criar um senso crítico e melhorar a interpretação de texto. É através de muita leitura que se tem boas referências para, então, começar a escrever.

 

Todos podem (e devem) ser criativos

Muitas pessoas acreditam que a criatividade está atrelada a apenas um grupo específico, isto é, escritores, artistas, designers. Outras tantas consideram a criatividade um dom, uma marca de nascença.

Bom, não é verdade.

Qualquer atividade pode ser realizada de forma criativa. Ser criativo é encontrar uma solução diferente para um problema que existe. É pensar fora da caixa, não ter medo de sair da zona de conforto e arriscar. Não são apenas os artistas que são capazes disso, ok?

Além disso, a criatividade é algo que se constrói e se desenvolve. Você pode até ter uma facilidade para criar coisas novas, mas é preciso trabalhar essa habilidade como qualquer outra. Mas trabalhar mesmo! Buscar referências, criar, refazer, praticar…

…E não se dar por vencido. Essa imagem de que alguém criativo tem sempre ideias geniais sem esforço é bastante ilusória. São alguns momentos de “iluminação” (ideias boas, insights) para muito outros de trabalho duro.

Mais do mesmo não gera um tipo de reação, por isso é importante inovar. Isso serve para livros, sim, mas também para muitas outras coisas. Saber utilizar a criatividade para contar a sua história em uma entrevista de emprego, por exemplo, pode ser o diferencial entre você e os demais candidatos. Explorar novos tipos de narrativa para apresentar um projeto também.

Colocar as ideias no papel pode te ajudar muito mais do que você imagina. Mesmo que você não se descubra um grande escritor, começar a escrever mais pode exercitar também o seu foco – algo que tem sido cada vez mais difícil nos dias de hoje. Sem contar o domínio maior da língua, uma vez que você vai, eventualmente, precisar consultar um dicionário para descobrir (ou lembrar!) a grafia de alguma palavra, sinônimos, etc.

Uns trabalham diretamente com a escrita, outros atuam em áreas menos relacionadas, mas uma coisa é certa: é inegável a importância de se escrever bem e de forma criativa, seja no âmbito pessoal ou profissional.

Pensando nisso, disponibilizamos um material com dicas de escrita da Ruth Manus, advogada, escritora e speaker da Insperiência.
Clique aqui e descubra ótimas maneiras de desenvolver a sua habilidade de escrita.

Blogueira e colunista da revista Glamour, Ruth ministra há 3 anos o workshop de Escrita Criativa – que, inclusive, terá uma nova edição em Brasília, em outubro. Se você tem interesse em se aprofundar no tema, clique e veja mais informações:
Escrita Criativa com Ruth Manus

1 comment

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *