Destaque

O que o Carnaval pode ensinar para a sua empresa?

Quem nunca ouviu a frase “O Brasil só funciona depois do carnaval”? Mas o que poucas pessoas sabem é que a realidade nas empresas é bem diferente. O ano começa com força total, estabelecendo novas metas e um novo planejamento, criando campanhas e ações, contratando novos funcionários e os capacitando, nada que possa ser adiado para depois do feriado dos foliões. Diante desse cenário, surge o desafio de como manter os colaboradores engajados, e a empresa protegida dos efeitos da baixa produtividade.

Quando se fala em carnaval é quase unânime a imagem que vem à cabeça – escolas de samba, avenida, muita cor, pluma, brilho, ruas lotadas, calor, folia e animação – um quadro que não se encaixa no perfil corporativo da maior parte das empresas.

Pode parecer absurdo, mas o Carnaval, desde sua preparação até a sua realização, tem muito a inspirar as empresas. A imagem que acaba passando desapercebida é a da organização, união, trabalho em equipe, gestão de pessoas, foco e estabelecimento de metas.

As Escolas de Samba funcionam como qualquer outra empresa, cada colaborador tem uma função a ser desempenhada com a sua equipe, que tem um objetivo em comum, que no caso é receber uma boa nota para garantir uma boa classificação no placar geral. Além do aspecto organizacional, as Escolas enfrentam desafios, e tem lideranças para representá-las, tomar decisões e criar estratégias que as façam alcançar o seu objetivo maior.

Quem teve vivências similares, foi o ex-treinador e comentarista do Sport TV, Muricy Ramalho. Em sua palestra “Tomada de Decisão”, faz um relato de um momento em que o time estava disperso, em uma fase crítica do Clube, e teve que arriscar para provocar uma mudança. “Quem dirige, e dirige gigantes, precisa tomar decisões, e às vezes, as decisões são duras”.

Confira um trecho da palestra sobre essa experiência:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *